Acorda Peão desfila sábado com críticas à reforma da Previdência

O bloco Acorda Peão desfila pelas ruas do centro de São José dos Campos, no sábado de Carnaval (2), pelo 21º ano consecutivo. Com muita irreverência, o bloco levará à avenida críticas à reforma da Previdência, às declarações preconceituosas de membros do governo Jair Bolsonaro e ao esquema de candidaturas “laranjas” do PSL.

A concentração começa às 9h, na rua Francisco Paes, 316, Centro, com saída às 10h. O último ensaio da bateria acontece nesta quarta-feira (27), a partir das 19h, no mesmo endereço.

União
Este ano, o tradicional bloco, criado originalmente pelo Sindicato dos Metalúrgicos de São José dos Campos e Região (filiado à CSP-Conlutas), vai contar com a adesão de várias entidades sindicais, que deixarão diferenças políticas de lado para brincar e protestar contra os ataques aos direitos dos trabalhadores.

Além dos metalúrgicos e dos aposentados e pensionistas da Admap, vão participar do Acorda Peão os sindicatos dos químicos, petroleiros, condutores, trabalhadores em alimentação e trabalhadores dos Correios e Movimento Mulheres em Luta.

“Como de costume, os aposentados e pensionistas da Admap vão desfilar no Acorda Peão para brincar e protestar. Esse ano, foi muito oportuna a escolha da luta contra a reforma da Previdência como tema principal do bloco”, afirma a vice-presidente da Admap, Zélia Alcântara.

Alegorias
O carro abre-alas vai representar a posse do presidente Jair Bolsonaro. A primeira-dama Michelle vai exibir um cheque no valor R$ 24 mil, em referência ao caso dos depósitos feitos pelo assessor Fabrício Queiroz na conta da mulher do presidente.

Fechando o desfile, uma carruagem da Previdência levará militares e políticos sendo carregados nas costas pelos trabalhadores. A alegoria faz alusão aos verdadeiros privilegiados que ficaram de fora da reforma da Previdência.

Confira abaixo a letra do samba-enredo do Acorda Peão:

REFORMA PRA QUE(M)?
Autor: Renato Bento Luiz

Acorda Peão é Carnaval
É mês de março
Vou pra rua com as mulheres
Na luta por mais espaço.
(BIS)

O ‘Mito’ chegou dizendo
A moleza acabou
Vou reformar a Previdência
Ora pra quem?
Se é boa pra mim
Pra militar e juiz também.

Ó meu Jesus desce da goiabeira
Já tem ministro falando besteira
Não quero briga
Já tem rumores
O Brasil quer mesmo
É profusão de cores
Meninos de rosa, meninas de azul
Constroem o Brasil de norte a sul
Emprego, terra e salário eu quero
Pra nossa gente
Embraer e Petrobras
Toca o Brasil pra frente.

A privatização
Eu não quero não
O crime em Brumadinho
Chamou a sua atenção
A privatização
Eu não quero não
Tá na hora de acordar
Acorda Peão