Energia elétrica vai ficar mais cara para brasileiros

O preço da energia elétrica vai ficar mais salgado a partir desta terça-feira (1), em virtude da adoção da bandeira tarifária vermelha durante o mês de agosto. Segundo o governo, isso ocorre devido ao baixo nível das usinas hidrelétricas e a consequente utilização das termelétricas.

De acordo a Aneel (Agência Nacional de Energia Elétrica) será cobrado o patamar mais baixo do adicional tarifário vermelho, que é de R$ 3 a cada 100 quilowatts/hora.

Em casos mais críticos, no caso do patamar dois da bandeira vermelha, o custo extra pode chegar a R$ 3,50 a cada 100 quilowatts/hora. Durante o mês de julho vigorou a bandeira amarela, de R$ 2 a cada 100 quilowatts/hora.

O aumento da luz se soma ao recente aumento dos combustíveis, que pesou forte no bolso dos trabalhadores brasileiros.