Isto é capitalismo: 33 brasileiros viram bilionários na pandemia

De 2019 para cá, mais 33 brasileiros se tornaram bilionários e entraram para a lista dos mais ricos do país, segundo levantamento da revista “Forbes Brasil”. Ao todo, o ranking de bilionários brasileiros conta com 238 nomes atualmente.

É um completo escárnio que, em plena pandemia, quando trabalhadores amargam o desemprego ou a redução nos seus salários e direitos, este fato ocorra.

As fortunas desses bilionários, somadas, chegam a R$ 1,6 trilhão, alta de 33% em relação à soma do ano passado. O valor é quase igual ao PIB (Produto Interno Bruto) do Chile, que foi de R$ 1,63 trilhão (US$ 298,2 bilhões) em 2018.

De acordo com a Forbes, a maioria dos novos bilionários brasileiros conseguiu sua fortuna de forma parasitária, por meio do mercado de ações em bolsas de valores.

Confira a lista dos 10 mais ricos do Brasil:

1. Joseph Safra
Patrimônio: R$ 119,08 bilhões

2. Jorge Paulo Lemann
Patrimônio: R$ 91 bilhões

3. Eduardo Saverin
Patrimônio: R$ 68,12 bilhões

4. Marcel Herrmann Telles
Patrimônio: R$ 54,08 bilhões

5. Carlos Alberto Sicupira e família
Patrimônio: R$ 42,64 bilhões

6. Alexandre Behring
Patrimônio: R$ 34,32 bilhões

7. André Esteves
Patrimônio: R$ 24,96 bilhões

8. Luiza Trajano
Patrimônio: R$ 24 bilhões

9. Ilson Mateus
Patrimônio: R$ 20 bilhões

10. Luciano Hang
Patrimônio: R$ 18,72 bilhões