Diretoria da Admap manifesta sua posição sobre a eleição do Sindicato da Alimentação

Nos dias 1, 2 e 3 de julho vai ser realizada a eleição para a renovação da diretoria do Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias de Alimentação de São José dos Campos, entidade filiada à CSP-Conlutas, assim como a Admap.

Participam da disputa duas chapas (ambas reivindicando a CSP-Conlutas), cujos representantes estiveram reunidos com a diretoria de nossa Associação. Em debate democrático, as chapas tiveram condições igualitárias para apresentar as suas propostas.

Acreditamos que a eleição não deveria ocorrer agora, em virtude da pandemia do coronavírus e, por conseguinte, pela ameaça à segurança de idosos (aposentados e aposentadas) para exercer o seu direito ao voto. A Chapa 2 chegou a propor esse adiamento, mas isso não foi acatado pela atual diretoria e pela comissão eleitoral.

Após discussão interna, marcada pela postura democrática que faz parte da história da Admap, a nossa diretoria decidiu manifestar o seu apoio à Chapa 2, por entender ser a melhor opção para os trabalhadores da região.

Infelizmente, após essa decisão soberana, a Admap acabou sendo alvo de uma série de ataques irresponsáveis, uma verdadeira campanha de calúnias contra a entidade e seus membros. Esses ataques, desferidos pela outra chapa e seus apoiadores, como a CUT, infelizmente, repetem a fórmula já utilizada em outras disputas. Isso é lamentável, porque o debate político, o mais importante, fica duramente prejudicado.

A Admap é conhecida na região e mesmo nacionalmente pela sua combatividade em defesa dos direitos de aposentados, pensionistas e idosos e no enfrentando ao governo Bolsonaro e suas reformas que atacam direitos. Procuramos sempre nos pautar pela ação direta, prezando a mais ampla democracia e a unidade na luta.

Por fim, queremos deixar expresso que reconhecemos a existência de companheiros combativos nas duas chapas, porém, repudiamos as ações divisionistas de três dirigentes da atual diretoria do Sindicato, que, acreditamos não terem condições de falar em nome dessa combativa entidade. Esperamos a realização de uma eleição democrática e que, ao fim desse processo, a categoria dos trabalhadores em alimentação decida, como é tradição dentro da CSP-Conlutas.

São José dos Campos, 30 de junho de 2020.

A diretoria