Morre Francisco Marcelino, ex-ativista e anistiado político

É com pesar que comunicamos a notícia do falecimento de Francisco Marcelino de Paula, aos 72 anos, na manhã desta quinta-feira (28), no hospital Pio XII, em São José dos Campos. O companheiro estava internado desde terça-feira (26).

Marcelino era anistiado político, por ter sido perseguido pelo regime militar durante as greves realizadas na Embraer na década de 1980. Ao longo de sua vida, participou de inúmeras atividades realizadas pelo Sindicato dos Metalúrgicos de São José dos Campos e Região, incluindo congressos e manifestações. Também era filiado à Admap (Associação Democrática dos Aposentados e Pensionistas), onde era presença constante.

A alegria era a sua principal característica e o seu companheiro, o violão, que levava a tiracolo em cada uma das atividades que participava.

O sepultamento está programado para hoje, às 16h30, no cemitério Horto Parque São Dimas.

Marcelino deixa esposa, três filhos e dois netos.

Lamentamos esta triste perda e nos solidarizamos com a dor de seus familiares e amigos. Marcelino, presente!